coincidências felizes...


Enviar este post



Relembrar (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Ao olhar as estatísticas do blogue no site eXTReMe Tracking reparei que as 16 palavras-chave mais utilizadas nos motores de pesquisa para aceder ao Povo escreviam por ordem decrescente o seguinte:
"povo bom que cristo mar...
frases no horizonte, tipo nascimento,
ter poemas para giorgione com natal..."
a pontuação foi só para ajudar... mas é bonito, não é?


4 Respostas a “coincidências felizes...”

  1. Anonymous fatimarosado 

    Vitor, os arquitectos ganharam hoje uma batalha importante! Estás contente?
    bjs

  2. Anonymous v. LEAL BARROS 

    a Fátima deve estar a referir-se à entrega das 30 mil assinaturas para a revogação do dec. lei 73/73 na assembleia da republica. realmente é histórico para nós...ter-se conseguido o número de assinaturas exigido para revogar automaticamente o dec. de lei é algo que me deixa muito contente. mas toda esta história é uma grande trapalhada e explico-lhe porquê:

    - o decreto foi criado em 73 quando existiam no país poucos profissionais de arquitectura, permitindo que outros técnicos relacionados com a construção, como os eng. técnicos, eng. civis e até mesmo os de minas, etc, etc, pudessem também eles assinar projectos de arquitectura.
    - actualmente esse decreto não faz nenhum sentido, primeiro porque existem arquitectos suficientes e depois porque muitos desses técnicos criam processos de concorrência desleal com os arquitectos, criando uma espécie de fábricas de projectos, onde não há qualquer preocupação com a qualidade dos espaços projectados e entram no mercado com preços super-concorrênciais.
    - o que eu acho engraçado no meio desta história toda é forma como alguns juristas (que acessoriam as câmaras municipais) interpretam a lei. Passo a explicar, com a criação da Ordem dos Arquitectos em 98 e consequente aprovação dos seus estatutos na Assembleia da República, estatutos esses que reivindicam claramente os direitos próprios da profissão apenas para os asquitectos, o decreto de lei 73/73 estaria automaticamente revogado. Ou seja o decreto 73/73 era já de cariz provisório, passou a definitivo por uso indiscriminado e interesses de outros profissionais relacionados com a contrução, é automaticamente revogado com a aprovação dos estatutos da Ordem dos Arq. em 1998 que indicam claramente quem são os profissionais que podem exercer os actos próprios da profissão e mesmo assim há juristas que ainda reconhecem alguma validade no decreto... é no mínimo risível, não?
    por estas "interpretações" da lei e por estas habilidades lá se teve que conseguir as 30 mil assinaturas para resolver o assunto de vez... era para ter sido no dia mundial da arquitectura mas ainda fomos a tempo...

    sim, estou muito contente, fátima... desculpe a lenga-lenga mas era para que percebessem melhor o que se estava a passar... beijo grande

  3. Anonymous Lu 

    Parabéns aos arquitetos e como diz o ditado: antes tarde do que nunca.

  4. Anonymous Lu 

    Ah, esqueci! Sim, ficou bem bonito. O jogo de palavras me soa quase poético.

Comentar

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


O Blog

  • O POVO É BOM TIPO PRETENDE SER UM LOCAL DE PARTILHA ONDE LIVREMENTE SE TROCAM GOSTOS, AFINIDADES E INSTANTES DE VIDA. NÃO MAIS DO QUE ISSO.

A População

Séries

Últimos Posts

Livro de Ponto

Arquivo

Periferia

Outras Cidades

Cidades Desabitadas

Outros Povos

Manutenção

  • + Blogger
  • + BlogRating
  • + Blogwise
  • + eXTReMe Tracker
  • + A Música do Povo
  • + Os Links do Povo
  • + Protegido por CreativeCommons