a BlogoNovela dos últimos dias


Enviar este post



Relembrar (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Parece que a BlogoNovela deu o que tinha a dar e chegou ao fim... ainda bem, o argumento era tão mau que os episódios estavam a tornar-se extremamente difíceis de consumir. Já tínhamos postado contos, poemas, extractos de romances mas novelas nunca, foi a primeira vez e creio que não será experiência para repetir... não reunimos nenhum argumentista de momento. Não sei se toda esta história terá alguma moral por ser tão ridícula na sua génese... para mim retiro que confiei demasiado cedo e fui atencioso demais com alguém que realmente não merecia. Deixo ao critério de cada um qualquer interpretação possível do caso, o bom senso leva-me a terminar o assunto por aqui e a consciência também não me pesa.
Aos companheiros do Povo lanço a seguinte pergunta, continuamos com este blogue ou terminamos viagem por aqui? Por mim aceito qualquer decisão, até porque "os fins" nunca me assustaram... acredito na possibilidade da regeneração. Aguardo notícias vossas até nova postagem. Um abraço a todos.


10 Respostas a “a BlogoNovela dos últimos dias”

  1. Anonymous fatimarosado 

    Vitor, eu não tenho nada que me meter nessa guerra, mas não achas que te fica mal desisitir, por uma coisa que não tem importância nenhuma (acho eu)? Tu sabes bem que as coisas só têm a importância que nós lhe damos. Tem calma, e pensa bem no que vale realmente a pena... e pena terei eu, se tu desistires...bjs.

  2. Anonymous alvesPEDRO 

    Concordo plenamente Fatima. Este blog sempre existiu por causa do elo de convívio são que ele proporciona, nunca houve aqui grandes pretensões mas apenas a da partilha equilibrada sem segundas intenções. É no minimo rídiculo esta sucessão no post dedicado ao aniversário do povo e os actos ficam com quem os pratica. Nunca no povo isto cheirou tanto a paranoias e outras psicoses associadas, não somos todos iguais e a liberdade tem essas vissicitudes. Vivemos num pais de fartura, por isso as pessoas se preocupam tanto com coisas ridículas e chateiam-se por tão pouco, que palermice é esta de sair por causa de um misero comentário de aniversário!Que insulto diabólico terá sido cometido para se tomar atitudes tão apalermadas? Basta!(todos nós tivemos acesso aos mails enviados pelo v.l.Barros, assim como o conteudo do nosso ex-membro, ups é melhor não dizer "ex-membro" se não pode ficar chateado)Preocupemo-nos com coisas sérias. Boa viagem, aqui não há espaço para essas criancices, somos adultos, aqui ninguém quer prejudicar ninguém e é no minimo risível aquilo que se passou e de facto acho como diz a Fatima que lhe demos importância a mais. Flexibilidade é sinónimo de inteligência e realmente não há mais dialogo possivel, cheira novamente a sanidade que aqui faltou por um tempo. Mais, isto nunca foi espaço de qualquer tipo de promoção, é o que se diz no topo : é um espaço de partilha onde se cruzam afinidades (ou não eventualmente, mas sempre com o maximo respeito)e NÃO MAIS DO QUE ISSO.

    Quando isto acabar porque um dia morrerá, não será com certeza por causa de uma pseudo blogonovela com esta qualidade...talvez algum sangue, mortes, estórias de sexo :-) mas nunca por causa de um aniversário pouco feliz.... :-) :-) :-) :-)

    de resto deixem-me rir um bocadito :

    AH AH AH AH AH.

    ABRAZZI A TUTTI QUANTI e prometo um dia voltarei a postar (só não sei é quando) ok talvez depois do meu teste de psicopatologia e aprendi umas coisas no blog...

  3. Anonymous José Alexandre Ramos 

    Pois é engraçado tudo isso, mas se o Vitor até lhe dá vontade de acabar com o blog (?????) hipótese que nunca pensei que ele fosse colocar, é porque, saindo eu pelas razões patéticas que devem saber (um "aniversário infeliz" e coisas que se disseram , mais correspondência afinal partilhada - acho que também vou começar a fazer isso, vou mostrar ao mundo os mails - e outras coisas mais ridículas), como dizia, tendo saído eu, seja lá como for, só ficou a Lu e o Vitor para postarem. Acho piada por isso ao alves P, para além das coisas que diz e acha que me vão afectar, venha afirmar que não é caso para acabar, para desistir... bem, realmente, não será caso para quem (e desde que eu conheço o blog) nunca contribuiu para que isto fosse um blog feito por várias pessoas, é de facto facílimo não desistir, deixar estar como está. Não penso que a novela, como lhe chamas, ó Vitor, seja caso ou razão para acabar com o blog. Deves é esclarecer e certificar-te se as pessoas querem ou não continuar. Se não querem, adeus e segue-se viagem. A Lu faz óptimos posts, e quanto aos teus acho que nem é preciso avaliá-los. Se achares que o blog vale por isso, e que é suficiente, pois continua. Senão, também não é o fim do mundo. É o que penso, como a pessoa (ou o maluco, o anormal, o idiota, o que quiseres, estás no teu direito) que esteve SEMPRE de fora.

    Boa semana.

  4. Anonymous Lu 

    Pessoas, eu estou tão, mas tão profundamente triste com tudo que tenho lido aqui!
    Ontem à noite passei para postar e acabei desistindo, fiquei com um "blues" a me roer por dentro.
    Por favor, acalmemo-nos. Respiremos fundo. Fiquemos em silêncio por algum tempo... reflitamos.
    Vítor, O povo sobreviverá! Ele sempre sobrevive. Eu, como uma boa brasileira, sei disso na pele.
    As pessoas têm beleza e fealdade e isso é que encanta a vida.
    Alexandre, todos que estão ou estiveram aqui foram chamados a conviver porque têm valor. Tu também tens o teu. Aquiete o espírito.
    Tudo que não faz sentido agora, uma hora fará e sei que deve ser para nosso crescimento... não quero parecer uma catequisadora, mas quem já viveu um pouco sabe que os frutos amargos que comemos no decorrer da vida são o que talham nossa força de espírito.
    Eu só peço um pouco de paz, uma trégua. Escreverei a todos em breve.

  5. Anonymous v. LEAL BARROS 

    a questão é a seguinte, eu escrevo para este blogue por prazer e até este incidente tudo correu bem... agora honestamente, se por desejar feliz aniversário a uma pessoa, sou tratado da forma que fui, ainda por cima sendo insultado e vítima de afirmações falsas, sim e porque o JAR mentiu nos comentários que fez ao post anterior, tenho imensa pena mas tenho mais que fazer. participo deste blogue porque o olho como um escape, um passatempo em que me posso dedicar a algumas coisas de que gosto e que me dão prazer, só assim isto faz sentido para mim. Para andar um fim-de-semana chateado por causa da má-educação e arrogância de pessoas que nem conheço mais vale a pena continuar na minha... não tenho que me dar ao trabalho.

    Peço desculpa mas é assim que vejo as coisas... por isso vos pergunto se é para continuar ou não. Só continuo se realmente isto se tornar em qualquer coisa agradável e prazeirosa... para problemas bastam-me os do trabalho e do dia-a-dia...chegam para me consumir a cabeça...não sou obrigado a ter que aguentar o mau feitio de pessoas que não conheço de lado nenhum e que nem tenho que levar com elas.

    um abraço a todos

  6. Anonymous #Cláudia Neves 

    Eu concordo com a Lu. É preciso é calma. Já pensaram que isto pode ser uma tempestade num copo de água?
    Na vida, vão existir sempre conflitos, e nunca devemos desistir por isso. São os conflitos que nos fazem crescer e amadurecer, por isso acho que não há razão nenhuma para se desistir do blog.
    Fiquem bem pessoal.

  7. Anonymous alvesPEDRO 

    Ao ex-membro ou ao que for, assuntos do povo dizem respeito aos seus unicos membros, por isso p.f meta-se em assuntos que lhe dizem respeito. Sua Ex.ª nada sabe a nosso respeito, daquilo que fazemos ou podemos fazer ou deixemos de fazer, não vamos prestar qualquer esclarecimento para uma pessoa que só quer contribuir para maus ambientes, que se preocupe em apurar os seus textos do seu blog.

    End of the story.

    Lu, lamento todos estes acontecimentos mas não posso tolerar que um fulano que nunca vi mais gordo venha insultar um amigo meu, que trata ora por tu, ora por você. Saíu, boa vigem que deixe o pessoal em paz é o que se espera.
    Lu, compreende que não podemos tolerar tudo, de resto só escrevi porque o v.barros com certeza que não merecia passar por uma situação tão ridícula mas tudo vai voltar ao normal e não volto mais a tocar no assunto.

    Abrazzo grande.

  8. Anonymous Lu 

    Vítor, nunca considerei a possibilidade não continuar.
    Mudemos a rota... naveguemos por outros mares.

    Pedro, do lado de cá está tudo bem. Contem comigo.
    Beijos gerais

  9. Anonymous fatimarosado 

    Vitor, vai lá ao bordado, tenho lá um presente para ti...bjs

  10. Anonymous rosa 

    Queridos, o meu presente são beijos e abraços do outro lado do oceano. Tou como a Lu, separada pelo mar, mas unida em solidariedade.
    Vocês lá saberão o que fazer.
    Não pertenço ao POVO porque não tive tempo. Tenho uma vida profissional, uma vida pessoal e mais 2 blogs a manter, e com isto quero dizer que não é por não pertencer "oficialmente" ao POVO que não pertenço à casa, hheehe. Sou tipo Kramer, penetro de rompante e vou ficando. hehe! Tou a brincar.
    Pensem bem na coisa. Não se deixem levar por ânimos quentes, temos que ser frios de vez em quando já que não andamos aqui a provar ou justificar algo a alguém. Certo?
    (É fácil falar qd não é connosco por isso estou a aproveitar, ihih)
    Abraços a todos*

Comentar

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


O Blog

  • O POVO É BOM TIPO PRETENDE SER UM LOCAL DE PARTILHA ONDE LIVREMENTE SE TROCAM GOSTOS, AFINIDADES E INSTANTES DE VIDA. NÃO MAIS DO QUE ISSO.

A População

Séries

Últimos Posts

Livro de Ponto

Arquivo

Periferia

Outras Cidades

Cidades Desabitadas

Outros Povos

Manutenção

  • + Blogger
  • + BlogRating
  • + Blogwise
  • + eXTReMe Tracker
  • + A Música do Povo
  • + Os Links do Povo
  • + Protegido por CreativeCommons