Providência + Abreu


Enviar este post



Relembrar (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Lavadouro/Balneário do Infante »»» J. Paulo PROVIDÊNCIA + Rosário ABREU

(clique na imagem para ver com maior detalhe)

Já há algum tempo que ando com vontade de escrever aqui sobre este edifício. Da arquitectura portuguesa construída nos últimos 15 anos, talvez seja uma das obras que mais admiro. Sempre que o cruzo por acaso, a identificação é tanta que me obriga a entrar e a descortinar novas impressões, algumas linhas não tão marcadas que por distracção perdi em visitas anteriores.
Quem vem da Ribeira em direcção à Alfândega quase nem o sente, não se apercebe da caverna inteligente escavada debaixo do granito – um muro, uma porta e um banco são suficientes para que a arquitectura aconteça, calada e serena como toda a arquitectura deveria ser.
Entrando, descemos de sala para sala através de galerias oblíquas conduzidos pela luz que nos chama a cada ângulo, a cada dobra do caminho. Por vezes sentimos o frio e o ressoado do betão, mas também isso faz parte da experiência, há uma espécie de metáfora nas paredes cinzentas e robustas, uma poesia qualquer que nos obriga a procurar conforto na luz. Ao fundo uma porta, os tanques estendidos perpendicularmente num laminado de xisto e um corte no tecto a trazer o dia, para que as mulheres (e os homens) possam de novo cantar enquanto roçam a roupa na pedra, como antigamente, como já não se faz.
O lavadouro/balneário do Paulo Providência e da Rosário Abreu vive pela forma silenciosa como agarra a envolvente e a transporta para o interior da terra, arrastando a luz e a cidade consigo. É cinzento como o Porto e vive afirmativamente dessa melancolia. Há quem o considere bruto, eu considero-o calado e tranquilo, repito, como toda a arquitectura deveria ser.

v. LEAL BARROS


0 Respostas a “Providência + Abreu”

Comentar

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


O Blog

  • O POVO É BOM TIPO PRETENDE SER UM LOCAL DE PARTILHA ONDE LIVREMENTE SE TROCAM GOSTOS, AFINIDADES E INSTANTES DE VIDA. NÃO MAIS DO QUE ISSO.

A População

Séries

Últimos Posts

Livro de Ponto

Arquivo

Periferia

Outras Cidades

Cidades Desabitadas

Outros Povos

Manutenção

  • + Blogger
  • + BlogRating
  • + Blogwise
  • + eXTReMe Tracker
  • + A Música do Povo
  • + Os Links do Povo
  • + Protegido por CreativeCommons