E DEPOIS DO CAFÉ? #015


Enviar este post



Relembrar (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Wim Mertens
Todas as nossas acções são guiadas por uma certa consciência invisível que é muitas das vezes fruto dos nossos desejos e daí, eu por vezes, concluir que não existem grandes acasos. Cada acção está inserida numa corrente que deriva das nossas ideias e se transforma pela sua efectiva materialização. Foi assim no meio de tanta azáfama que numa ida apressada à Fnac, os meus olhos se perderam na direcção da bilheteira. Nem queria acreditar, vislumbrei o nome WIM MERTENS. “Olha?!... é mesmo” Dia 17 no CCB. Depois de alguma pesquisa, fiquei a saber que estaria também em Famalicão e em Aveiro. Poupando alguns pormenores, em poucas horas asseguramos, assim muito à pressa, bilhetes para o concerto de ontem em Famalicão. Eu já tinha estado em 2001 no Coliseu e confesso que tive algum receio que o concerto de Famalicão não tivesse a magia do anterior mas todo o encanto repetiu-se.
Foi-nos apresentado o seu último trabalho “Un Respiro”. Voltando à sua essência de piano-voz. O que se pode afirmar é que este génio consegue uma simbiose que eu nunca tinha visto com o seu público. Cada nota preenche o espaço-som, difundindo-se em cada recanto da nossa alma. Cada célula atingida, roda vertiginosamente, eleva-se e brilha esplendorosamente. Sentimo-nos viver em todo o universo, conseguimos ser e observar a beleza. É certo que ele toca-nos as emoções, mexe nas vísceras, mas nunca ficamos só pela emoção, vamos além, na projecção da camada superior do córtex para concluir que é possível um salto quântico e perceber que a vida é isto: arrebatadora de beleza, fugaz mas vibrante. Talvez possa dizer que essa fugacidade explique a melancolia que sentimos, queremos prender e guardar a beleza, aprisionando-a num tempo que só existe na nossa mente e resignados com tal disparate, ficamos com aquela sensação de semi-tristeza. Saber que a beleza é uma passagem que pode ser vivida incessantemente é o grande segredo de “Respiro”, movimento e sopro divino de vida, entre força e suavidade. Dito isto só nos resta repetir…bora todos a Aveiro dia 18 !!!
alves PEDRO


0 Respostas a “E DEPOIS DO CAFÉ? #015”

Comentar

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


O Blog

  • O POVO É BOM TIPO PRETENDE SER UM LOCAL DE PARTILHA ONDE LIVREMENTE SE TROCAM GOSTOS, AFINIDADES E INSTANTES DE VIDA. NÃO MAIS DO QUE ISSO.

A População

Séries

Últimos Posts

Livro de Ponto

Arquivo

Periferia

Outras Cidades

Cidades Desabitadas

Outros Povos

Manutenção

  • + Blogger
  • + BlogRating
  • + Blogwise
  • + eXTReMe Tracker
  • + A Música do Povo
  • + Os Links do Povo
  • + Protegido por CreativeCommons