CURTAS #006


Enviar este post



Relembrar (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



E o verbo se fez carne. Pela palavra vem o gesto, pelo gesto voltamos à sensação. Palavra é força, palavra em movimento, palavra a tua, palavra a minha, palavra: o poder. O poder solta-se nas palavras que o poeta engendrou. Onde queres tu chegar? Tu que verborreias lirismos de amores “intelectualoides”, perdido em sinergias políticas que não passam de estratégias de engate. Que sabes tu de mim? Quando só vives em escrita. Que palavras queres tu abusar para desprender-me da vida? Deixa-me optar pelo caminho mais sinuoso, é o meu, é aquele que eu quero seguir. A minha culpa não te alimenta mais. Vou-me soltar do poder da palavra pouco inocente, vou verbalizar a minha vida na estrada da minha vida. Deixar para trás o engodo da tua palavra, soltar o destino que escrevo. E o verbo se fez carne.
O engano provém da nossa capacidade de auto-ilusão
alves PEDRO


1 Respostas a “CURTAS #006”

  1. Blogger O Povo É Bom Tipo 

    a.Pedro, cada vez me surpreendes mais nos textos que colocas no nosso humilde blog. Este é fortíssimo... realmente, até que ponto nos deixamos seduzir pelas palavras?

    um abraço e obrigado ;)

    v. LEAL BARROS

Comentar

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


O Blog

  • O POVO É BOM TIPO PRETENDE SER UM LOCAL DE PARTILHA ONDE LIVREMENTE SE TROCAM GOSTOS, AFINIDADES E INSTANTES DE VIDA. NÃO MAIS DO QUE ISSO.

A População

Séries

Últimos Posts

Livro de Ponto

Arquivo

Periferia

Outras Cidades

Cidades Desabitadas

Outros Povos

Manutenção

  • + Blogger
  • + BlogRating
  • + Blogwise
  • + eXTReMe Tracker
  • + A Música do Povo
  • + Os Links do Povo
  • + Protegido por CreativeCommons